Moeda Caboclinho é oficialmente lançada em Iguaba Grande

A cerimônia de lançamento contou com a viúva e netos de Caboclinho, que inspirou o nome da moeda

Na última segunda-feira (17), o programa de transferência de renda, Moeda Social Caboclinho, foi lançado em Iguaba Grande. Durante o evento aconteceu, também, a inauguração da sede que abrigará o programa. Entre os participantes estavam autoridades locais e familiares de Ormindo Barreto da Costa, o Caboclinho, que inspirou o nome da moeda.

A Moeda Social Caboclinho inicialmente terá o valor de 120 caboclinhos, equivalentes a R$120 reais, que serão distribuídos a 2.717 famílias pré-selecionadas pelos critérios da lei e o perfil socioeconômico traçado através do Cadastro Único.

“O lançamento da Moeda Social Caboclinho não é apenas um avanço social do nosso governo, o programa de transferência de renda irá incentivar diretamente o crescimento do comércio da nossa cidade e garantir mais dignidade às pessoas que se encontram em situação de vulnerabilidade social. Estamos muito entusiasmados e felizes, e numa certeza de que estamos no caminho certo.” Enfatizou, o Prefeito Vantoil Martins.

O programa injetará, aproximadamente, 3,9 milhões de reais anualmente, no comércio local, fomentando o desenvolvimento das empresas da cidade. A Moeda Social Caboclinho terá taxa zero para os comerciantes da cidade e o cadastramento pode ser realizado na secretaria Adjunta de Desenvolvimento Urbano.

“É uma realização enorme lançar a Caboclinho. O benefício está sendo 100% custeado com recurso próprio. A Moeda Social é fruto de um estudo minucioso da equipe da assistência social, que visa garantir autonomia, dignidade e qualidade de vida a pessoas em situação de extrema pobreza.” Pontuou a secretária de Assistência Social, Trabalho e Renda, Cláudia Souza.

Entre os familiares de Caboclinho estavam a viúva de Ormindo, Irene Alves e os netos Felipe Belmont e Glória Arruda.

“Desde quando eu soube que meu avô ia ser homenageado com a moeda foi uma alegria muito grande. Meu avô era muito empenhado no social, em ajudar as pessoas, com certeza esse projeto seria algo que meu avô iria engajar. Dois netos casaram e minha avó não compareceu, mas hoje ela fez questão de presenciar esse lançamento, com certeza ela está muito contente.” Disse Glória Arruda, neta de Caboclinho.

Através da empresa e-dinheiro, os comerciantes e beneficiados, terão a facilidade de uma plataforma de gerenciamento que poderá ser usada diretamente nos smartphones, descartando a necessidade de maquininha no comércio e permitindo que o beneficiário não dependa apenas do cartão.

“Hoje é um momento de muita alegria e muita emoção. Implementar a Moeda Social Caboclinho em Iguaba Grande é uma honra! Ver esse programa se tornar realidade, garantindo melhor qualidade de vida para quem precisa é gratificante.” Disse a diretora de transferência de renda da secretaria de Assistência Social, Laiane Lima.

Vale lembrar que além do lançamento da Moeda Social Caboclinho, foi inaugurada a “Agência de Atendimento ao Beneficiário”, localizada na sede da moeda, que irá atender os munícipes, prestando orientações e sanando dúvidas. A central fica localizada na rua Manoel Fernandes Batista, 79.

COMO SABER QUEM TEM DIREITO AO BENEFÍCIO

Para saber quem tem direito ao benefício, a secretaria de Assistência Social, Trabalho e Renda disponibilizou uma listagem, com base nos dados apresentados no CadÚnico, no site oficial da prefeitura, através do endereço iguaba.rj.gov.br, para ver a relação é necessário ter o número do NIS. Os contemplados terão até o dia 26 de outubro para realizar a entrega dos documentos na sede da Moeda Social, localizada na rua Manoel Fernandes Batista, 79.

Os documentos necessários são:

  • Documento de identificação com foto: Carteira de Identidade (RG), Carteira de Trabalho Física ou Carteira nacional de Habilitação (CNH) de todos os membros da família;
  • Cadastro de Pessoa Física (CPF) de todos os membros da família;
  • Comprovante de residência (conta de água, luz, telefone ou IPTU);
  • No caso de famílias dentro do perfil de público prioritário, citados no edital necessário a apresentação de documento comprobatório;
  • Declaração escolar, caso esteja inscrito na Educação de Jovens Adultos (EJA);

A HISTÓRIA DE CABOCLINHO

A moeda social foi batizada de Caboclinho em homenagem a Ormindo Barreto da Costa, conhecido popularmente como “Caboclinho.” Ormindo foi um ilustre cidadão iguabense, exercendo mandatos como vereador e vice-prefeito no município de São Pedro da Aldeia, quando Iguaba ainda não havia se emancipado.

Caboclinho teve destaque na cidade como empresário industrial no ramo da moagem de ostras, atividade econômica importante nas décadas de 60, 70 e 80, no entorno da Laguna de Araruama. As conchas eram extraídas da lagoa e transportadas em lanchas para as moagens, onde eram transformadas em farinha de ostras, produto muito utilizado no preparo de rações para animais e em outras utilidades fabris. Após ensacado, o produto era vendido para os grandes centros, principalmente São Paulo e Minas Gerais.

Mais dois locais na cidade levam o nome de Caboclinho como homenagem: a ponte que corta a Rodovia Amaral Peixoto, na Estrada do Arrastão e o plenário da Câmara Municipal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Captcha Plus loading...

NOTÍCIAS RELACIONADAS